Pré-matrícula do Ensino Médio 2019

18/12/2018

Iniciou a pré-matrícula 2019 da Rede Estadual de Ensino. A Secretaria de Estado de Educação tem o compromisso de garantir vaga a todos os que desejarem ingressar na Rede Estadual de Ensino.
Garanta, agora, sua vaga! Aguardamos você!

Fique atento!
O(a) aluno(a) que já estuda em Escola da Rede Estadual ou queira solicitar transferência para outra Escola da Rede não poderá acessar a Pré-Matrícula. Todos os alunos da Rede serão automaticamente rematriculados após o resultado final do ano letivo de 2018. Caso o aluno queira ser transferido para outra Escola, deverá procurar a Secretaria da sua Escola para fazer a referida solicitação. A matrícula dos alunos novos que realizaram a pré-matrícula só será confirmada a partir do comparecimento na Escola em que você optou na Pré-Matrícula, no dia e hora definidos, portando toda a documentação necessária. Não falte!

Clique em “Iniciar Pré-Matrícula” e navegue pelas orientações.

Serviço 0800 – 0800 280 0078

Veja o Cronograma completo de todas as fases do Processo.

Anúncios

Centro Nacional de Mídias da Educação

04/12/2018

O Centro Nacional de Mídias da Educação (CNME) é uma proposta de ensino presencial mediado por tecnologia, cujo objetivo principal é a construção coletiva e democrática do conhecimento. O CNME constitui-se em uma ferramenta importante de apoio à implementação do Novo Ensino Médio, com impacto, também, no desenvolvimento do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), no Programa Educação Conectada, e no Programa de Formação Continuada de Professores.

O CNME permite interatividade ao vivo: os estudantes que estão em sala de aula, em escolas públicas dos diversos estados brasileiros com seu professor, podem interagir com o professor do CNME, bem como com professores e estudantes que estão em outras escolas públicas dos diferentes estados do Brasil, também conectadas ao CNME.

A implementação do CNME iniciou em 2018 com o propósito de instituir com ação contínua de apoio ao estados e aos municípios. Estão participando da primeira etapa escolas estaduais do ensino médio do Amazonas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo, Tocantins.

Desde agosto de 2018, foram formados 12 professores da rede pública de diferentes estados para atuarem no estúdio do Centro Nacional de Mídias da Educação e 150 professores mediadores de diferentes escolas.

As turmas de Ensino Médio, compostas por cerca de 10 mil estudantes, estão participando de aulas eletivas, sobre tecnologia e mundo do trabalho, oferecidas em três turnos (manhã, tarde e noite) e transmitidas ao vivo e com interação em tempo real a partir do estúdio do CNME, atualmente instalado em Manaus.  Hoje, 53% das escolas públicas conectadas ao CNME estão localizadas no interior e 47% nas capitais. As temáticas foram sugeridas pelas Secretarias de Educação participantes.

Professores e estudantes podem também se conectar neste site ou baixar gratuitamente o aplicativo do CNME (sem consumo do pacote de dados da internet).

Para 2019, o objetivo é expandir para 350 escolas públicas e implantar o estúdio do CNME em Brasília. A meta é receber a adesão de todas as Secretarias de Educação e conectar 500 escolas, com ampliação das temáticas oferecidas.

A proposta pedagógica do CNME está ancorada na Constituição Federal e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, tendo como princípios: a igualdade de acesso, a permanência na escola, a liberdade de aprender e o pluralismo de ideias. Para tanto, é fundamental a atuação dos professores nas escolas durante todo o processo, realizando mediação entre a aula transmitida no estúdio e as atividades desenvolvidas nas salas de aula por estudantes e professores.  Dessa interação cultural e educacional são geradas aprendizagens significativas. Esse trabalho tem por objetivo, especialmente, o desenvolvimento da 5a. competência geral da Base Nacional Comum Curricular, que se refere às “tecnologias digitais de comunicação e informação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas do cotidiano (incluindo as escolares) ao se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos e resolver problemas”. Essa programação permite também que os professores, de acordo com seus planejamentos, trabalhem outras competências.

As escolas participantes foram equipadas com antenas, monitores, computadores, entre outros. Os conteúdos foram produzidos a partir de temáticas ou eletivas sugeridas pelas Secretarias de Educação, para transmissão ao vivo, bem como produzidos objetos de aprendizagem para serem disponibilizados na Plataforma Integrada de Recursos Educacionais Digitais do MEC (Plataforma MEC RED)

Fonte: cnme.mec.gov.br


Nota de Pesar

18/11/2018

Com imenso pesar, o Núcleo de Tecnologia Educacional de Tucuruí lamenta o falecimento do professor Joel Garcia, servidor municipal e estadual de Tucuruí.

Joel contribuiu para o aprimoramento pedagógico da educação deste município, foi um exemplo de dedicação e comprometimento com o trabalho e muito querido pela comunidade escolar.

O NTE-Tucuruí está de luto e deixa as condolências aos familiares.


Você conhece a campanha #Inovarparamim?

03/11/2018

É um movimento que celebra como educadores e estudantes no Brasil utilizam a tecnologia para atuar positivamente em suas comunidades.
Celebramos a educação e sua capacidade transformadora. E temos visto várias escolas que, assim como nós, acredita que a tecnologia nos ajuda a diminuir fronteiras, estimulando a colaboração, a criatividade e o trabalho em equipe.

Nada melhor que celebrar com histórias incríveis de alunos e professores em todo o Brasil que já fazem a diferença na sua comunidade.

Clique na imagem abaixo e conheça a história de Camila e Renan, alunos do Colégio Magno em São Paulo, uma Escola de Referência Google. Eles, junto com seus colegas, usaram da tecnologia para purificar água de um rio próximo à sua escola.

Quer saber mais? Acesse nosso blog, conheça a campanha #Inovarparamim e participe contando pra gente o que é inovar pra você!

Queremos saber mais sobre você!
Responda aqui nosso questionário! É bem simples e só vai levar 2 minutos!


Saiba como realizar o Simulado Online para o ENEM

30/10/2018

Certificação de alunos com melhores notas de Simulado Piloto

Disponibilizado por meio da plataforma Google Formulários, o simulado poderá ser realizado até o dia 3 de novembro (sábado), em qualquer dispositivo com acesso à internet

Nos dias 4 e 11 de novembro serão realizadas as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), a maior prova avaliativa do Brasil, que permite aos aprovados ingressarem na Universidade por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni), Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e Financiamento Estudantil (Fies). A fim de apoiar os estudantes paraenses a se prepararem para o exame, a Secretaria de Estado de Educação do Pará (Seduc-PA), disponibiliza aos alunos da Rede Estadual um Simulado Online.

Uma iniciativa do projeto SEDUTEC – Tecnologia para a Educação Paraense, direcionada a estudantes do Ensino Médio de toda a Rede Estadual, o Simulado Online é oferecido por meio da plataforma Google Formulários e pode ser realizado em qualquer local e horário por meio de dispositivos que tenham acesso à internet, como computadores e smartphones. Ou seja, o aluno poderá praticar para o ENEM em sua casa, utilizando um smartphone após o período de aulas, ou até mesmo, realizar o exame teste no laboratório de informática de sua escola, se assim for autorizado pela direção.

Para o preenchimento do simulado é recomendável, mas não é obrigatório, que o aluno acesse os questionários com sua conta de e-mail institucional. Caso ele ainda não possua uma conta institucional, qualquer endereço de e-mail poderá ser utilizado para acesso ao formulário. Em seguida, é preciso inserir os seguintes dados de identificação obrigatórios: nome completo, data de nascimento, nome da mãe, ano escolar e nome da escola, além de especificar qual o município de origem do aluno.

Vale sinalizar que o aluno poderá realizar cada uma das provas apenas uma única vez. Por isso, antes de acessar o link das avaliações, escolha adequadamente a plataforma e o local em que realizará a prova.

Para acessar os formulários, clique nos links abaixo:
– Prova 1: gg.gg/enem001
– Prova 2: gg.gg/enem002

Fonte: http://www.seduc.pa.gov.br


%d blogueiros gostam disto: